Saudade

Quanto estou contigo, as horas parecem segundos. Quando estamos separados, os dias parecem anos.

É muito fácil ter saudades tuas. Até pode parecer ridículo, mas é. É fácil ter saudades do teu sorriso, dos teus olhos, do teu toque. É muito fácil.

Porque é bom ter-te por perto, sozinhos ou acompanhados. É bom sentir-me à vontade, sem nada para esconder. É bom trocar carícias, sorrisos cúmplices, piscadelas de olho, abraços, beijos…

Estar junto a ti é natural… Simples como em tudo o que partilhamos. Até porque a única forma que temos de estar juntos é estar sempre “em contacto” – do mais discreto dos toques ao mais terno dos abraços passando pelos carinhos obrigatórios, terminando quando adormeces com a cabeça encostada ao meu peito.

Já era um privilégio ter-te por perto. Agora? Quando podemos estar juntos é, quase, divino.

Tenho saudades tuas antes de te ver e cinco segundos depois de nos separarmos!

Tenho  saudades tuas. Ponto.

Hello there
The angel from my nightmare
The shadow in the background of the morgue
The unsuspecting victim
Of darkness in the valley
We can live like Jack and Sally if we want
Where you can always find me
And we’ll have Halloween on Christmas
And in the night we’ll wish this never ends
We’ll wish this never ends

I miss you, I miss you
I miss you I miss you

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.