Tenderness

Ternura. A tua ternura. É o que mais me surpreendeu em ti.

A simplicidade com que partilhamos carinho é a mesma com que partilhamos tudo o resto, das histórias às gargalhadas passando pelos abraços e terminando nos beijos.

Nunca te tinha conhecidos assim: ternurenta, carinhosa, mimalha. Aproveitamos todas as oportunidades para nos tocarmos, para trocarmos um piscar de olhos ou um sorriso. Mesmo quando não estamos sozinhos, não resistes a tocar-me e eu não resisto a tocar-te.

Porque é bom. É bom acarinhar-te e sentir-me acarinhado. É bom saber que não existem “interesses” por trás do carinho. É mesmo só isso: Carinho. Gostamos um do outro e queremos mostrá-lo, sempre que podemos. E, no fundo, se gostas de alguém é isso que deves fazer. Mostrar. Não só dizer. Não só guardar para ti. Mostrar. Em todas as oportunidades que tenhas, sempre que possas.

E é isso que fazes. É só mais uma coisa que me faz adorar estar contigo, sempre que posso e até quando não posso.

Os sentimentos não se agradecem. Mas obrigado.

But it’s all so easy
All you got to do is try
Try a little tenderness

Anúncios

2 opiniões sobre “Tenderness”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.